#municiencia (1)

Quarta, 26 de outubro de 2016.

No terceiro dia do Seminário Novos Gestores, uma das plenárias apresentadas pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) tratou de inovações apresentadas por Municípios que ajudam os prefeitos na administração dos suas respectivas cidades. As boas práticas foram demonstradas na palestra Municiência.

O Municiência é uma iniciativa pioneira da Confederação para identificar, analisar, promover e compartilhar experiências inovadoras implementadas pelos prefeitos e prefeitas em todo o Brasil, que contribuem de forma significativa para a melhoria da gestão municipal. Na avaliação da entidade, essas práticas merecem não só serem mostradas, mas também aplicadas como solução em outros Municípios com características parecidas, uma vez que demonstraram êxito.

Assim, a CNM lançou no primeiro semestre de 2015 um edital de inscrição para que os Municípios se inscrevessem e demonstrassem seus trabalhos. 57 experiências foram inscritas e um comitê técnico da entidade selecionou 15, que foram colocadas para votação. As cinco mais votadas dessas 15 experiências foram apresentadas em Seminário. Além disso, a Confederação visitou esses Municípios para ver de perto como os trabalhos estavam sendo desenvolvidos.

A consultora e palestrante do Municência, Márcia Joppet (foto), explica como aconteceram as atividades. “Fomos aos locais para entrevistar os atores envolvidos nessas experiências para que elas fossem sistematizadas. A partir daí, fizemos guias de reaplicação para outros Municípios, onde alertamos que nem todas as práticas podem ser copiadas e orientamos as condições necessárias para o desenvolvimento dos trabalhos.”

Para o prefeito Normando Bessa, de Tefé (AM), o Municiência é uma ferramenta que ajuda muito na administração dos Municípios, sobretudo pela troca de experiências. “Os Municípios estão buscando esse conhecimento de projetos que já foram implantados e se mostraram bem sucedidos. Neste caso não devemos inventar e sim para copiar as melhores práticas para que tenhamos resultados de qualidade nas nossas cidades também”, diz

Projetos futuros
Para 2017, a CNM pretende montar uma plataforma onde seja possível identificar as demandas por conhecimento e informação dos Municípios. Com base nesses dados, serão disponibilizadas soluções dentro daquilo que a entidade já tem a oferecer, como por exemplo, as publicações disponíveis na biblioteca virtual dentro do portal da Confederação. Outra ferramenta a ser inserida na plataforma futura é a disponibilidade de cursos a distância.

A previsão é que tudo esteja disponível em aproximadamente um ano, tendo em vista que este é um projeto que envolve CNM e União Européia e há um período específico de formatação, contratação e especificação de serviços.

Clique aqui para ver as experiências exitosas do Municiência e aqui para acessar a biblioteca virtual da CNM.

Saiba mais…